segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Mal ditos sejamos nós.

Se essas horas parassem de me perseguir, como persegue a todos. Se os dias parassem de passar, ou que o tempo fosse melhor aproveitado, só assim acho que saberia aproveitar minha alma.
Não deixaria pra depois algumas coisas ou não faria outras com tanta pressa, afinal, existiria o antes ou depois em um mundo parado?
Eu iria me esquecer de tudo, os compromissos não teriam mais horário, nem seriam compromissos seriam ocasiões ociosas com vontade súbita. Não seria mais, o dia 25 que haveria o show do Roberto Carlos, e sim um simples: "Roberto Carlos subiu e tocou umas musicas".
Ah esse eterna confusão me faria tão bem, me faria perder tanto mas me permitiria ir tão longe. Entretanto, deixo que está farsa domine minha mente só por uns instantes, pois os humanos, esses malditos, alguém os inventou. E, eles, inventaram as horas, o dia, a noite, deram nomes e acabaram com a leveza de viver.
Se eu soubesse viver, talvez fizesse diferença!